15 coisas que ninguém te fala sobre ter alergias

Que as alergias são cada vez mais comuns, não há como negar. Mas, você sabia que há muitas dúvidas que envolvem esse tipo de reação? Isso mesmo, há muitas curiosidades que ninguém nos conta e que podem ser muito importantes para que possamos identificar ocorrências, bem como administrar causas e tratamentos.

Foi pensando nisso que preparamos o post de hoje. Confira, a seguir, algumas das coisas que ninguém te fala sobre ter alergias. Acompanhe!

Curiosidades e informações importantes sobre ter alergias

  1. A alergia tem relação com uma predisposição genética do indivíduo, que o acompanhará pelo resto da vida. Pessoas com essa característica têm mais sensibilidade ao surgimento dos sintomas.
  2. O mesmo indivíduo pode ter alergias a diversas substâncias, que podem ou não ter relação umas com as outras. 
  3. A pessoa pode desenvolver uma alergia em qualquer momento de sua vida, e de uma hora para outra, inclusive de uma substância/alimento/produto que já esteja acostumada a utilizar ou consumir.
  4. As áreas mais suscetíveis para a ocorrência de reações alérgicas são as mãos e o rosto.
  5. Um dos tipos mais conhecidos é a alergia a alimentos. Dentre as variedades comuns causadoras de alergia estão os peixes e frutos do mar, o amendoim, a castanha, o ovo, o leite e seus derivados, a soja e o trigo. 
  6. Além das alergias alimentares, outras muito presentes atualmente são as respiratórias. A rinite é a mais comum, e atinge pelo menos 10% da população mundial, apresentando como sintomas coceira no nariz, espirros, congestão e secreção nasal, além de irritação local.
  7. A incidência de alergias respiratórias tende a aumentar cada vez mais, devido a fatores como as variações climáticas e o aumento da poluição.
  8. Os remédios antialérgicos são uma boa opção para quem sofre de alergias respiratórias, mas podem não melhorar 100% dos sintomas quando há contato direto com substâncias alérgenas. Ainda, no caso de alergias alimentares, não é recomendado o uso prévio de medicamentos para consumir os alimentos para tentar prevenir as reações. 
  9. Falar que as vacinas antialérgicas curam a alergia é um mito. Pois elas podem não inibir as manifestações totalmente. Elas reduzem a sensibilidade aos alérgenos, e que podem levar uma diminuição das reações alérgicas. 
  10. Medicamentos são constantes causas de alergias, por isso, tenha muito cuidado ao ingerir aqueles que não são de costume. Qualquer sinal diferente, procure imediatamente um atendimento médico.
  11. Existem algumas alergias bem diferentes e que podem apresentar sintomas bastante severos. Alguns exemplos são a alergia ao sol, à água, ao frio, à madeira e até a alergia a tecnologias.
  12. O quadro mais complicado de uma alergia é o que chamamos de choque anafilático, que é o momento em que ocorre o edema de glote e a pessoa fica impossibilitada de respirar. Por isso, tão logo uma reação alérgica for identificada, é preciso ir em busca de atendimento médico. Se os sintomas evoluírem rapidamente, as complicações podem ser fatais. 
  13. As crianças são mais suscetíveis a alergias, mas aquelas que se alimentam por leite materno nos primeiros meses tendem a criar mais anticorpos e acabam tendo menos chances de desenvolver reações.
  14. Outro fator diretamente relacionado às reações alérgicas é o estresse. Quando o nível de cortisol do organismo estiver muito alto, as chances de desenvolver sintomas e ter alergias é bem maior.
  15. As alergias podem se manifestar de forma diferente e variam de pessoa para pessoa, bem como da predisposição do organismo em questão. Mantenha sempre atenção e busque orientações específicas junto a especialistas.

Agora que você já sabe mais sobre alergias, dobre sua atenção a possíveis sinais. A precaução é sempre o melhor tratamento!

E você, tem alguma outra informação importante sobre ter alergias para compartilhar? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *