Como as alergias estão relacionadas ao sistema imunológico?

O nosso organismo é mesmo um sistema inteligente, e uma coisa interfere diretamente na outra. De uma hora para a outra, você pode se deparar com um quadro complicado e que, em pouco tempo, já toma conta do seu organismo por inteiro. Assim são as alergias.

Você já parou para pensar como se desencadeia um quadro alérgico dentro do seu corpo? E que uma reação é apenas o resultado final de um longo processo? No post de hoje, você vai entender a relação existente entre as alergias e o nosso sistema imunológico. Acompanhe!

As alergias

A alergia é uma resposta do nosso sistema imunológico, desencadeada a partir do contato com determinada substância considerada não tolerável.

As alergias podem ser ambientais ou alimentares e atingir o corpo por meio de inalação, ingestão ou contato dérmico. Trata-se de uma reação de nível variável, conforme tipo de alérgeno e forma de contato.

As alergias alimentares, por exemplo, tendem a ser mais acentuadas, apresentando graves sintomas e gerando a necessidade de tratamento imediato. No caso das alergias respiratórias, causadas por alérgenos ambientais, as reações são de menor intensidade, mas tendem a ser constantes no organismo.

Como é o processo alérgico?

Resumidamente, o processo se desencadeia quando determinado antígeno (corpo estranho) entra em contato com o seu organismo. Nesse momento, uma proteína extremamente importante no nosso organismo – conhecida como imunoglobulina – passa a percorrer o corpo pela corrente sanguínea a fim de identificar e reagir à substancia invasora.

Começa, aí, um processo de defesa no qual os anticorpos se afixam neste invasor e despertam a produção de uma outra substância, chamada histamina – que é responsável pelos sintomas de cunho alérgico. Esta liberação não é feita de forma localizada, mas sim para o organismo como um todo. Por isso, os sintomas alérgicos – como manchas, coceiras e edemas – podem ser percebidos em todo o corpo.

Os alérgenos

Você pode ter alergia a determinada substância e nem saber, por isso, prestar atenção às respostas dadas pelo seu corpo é fundamental para buscar um tratamento ágil e eficaz.

Sabia que é possível desenvolver alergia, inclusive, a algum componente que você já tenha entrado em contato? Por incrível que pareça, muitas vezes, nosso sistema imunológico age de forma inesperada.

Além disso, os alérgenos podem apresentar reações diferentes – conforme tipo e intensidade de rejeição a eles. Existem, também, determinadas substâncias que têm mais probabilidade de desencadear alergia nas pessoas, em função da sua composição mais específica.

Relação com o sistema imunológico

No caso das alergias respiratórias, por exemplo, pode-se dizer que, quando a imunidade do corpo está mais baixa, a incidência de alergias é maior. 

Com os anticorpos trabalhando em menor ritmo, fica facilitada a entrada e instalação de agentes agressores no nosso corpo. E é por isso que é tão importante trabalhar para manter a saúde sempre em dia. Com um corpo equilibrado e resistente, a incidência de quadros enfermos reduz significantemente.

O corpo é um sistema de reflexos rápidos e intensos, que merece sempre muita atenção e cuidado. Se algo está ruim, acaba refletindo em outra área e desenvolvendo um quadro clínico delicado. Busque sempre o autoconhecimento, mantendo atenção a reações especificas do seu corpo e procurando auxílio profissional para obter o tratamento adequado. Somente assim é possível controlar as possíveis adversidades com agilidade e eficácia.

Assim, a recomendação é de ter uma alimentação saudável, se hidratar e exercitar adequadamente, além de evitar o estresse. Com isso, o sistema imunológico não deve ficar enfraquecido, o que reduz as chances de contrair infecções e de piorar quadros alérgicos.

Como você cuida do seu sistema imunológico? Ficou com alguma dúvida sobre o tema? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *