Por que produtos de cuidados pessoais podem causar alergias?

O processo alérgico é desencadeado por uma reação do sistema imunológico a algumas substâncias, por isso, vários produtos de cuidados pessoais podem causar alergias, o que requer um cuidado extra ao ler rótulos e escolhê-los nas prateleiras. 

Para que você entenda bem esse assunto, no artigo de hoje você vai entender o porquê os produtos de cuidados pessoais podem causar um processo alérgico. Acompanhe. 

Produtos de cuidados pessoais podem causar alergia de que tipo? 

Já falamos em nosso blog a respeito das reações alérgicas mais comuns no Brasil, lembra? A alergia de contato é uma delas e pode ser provocada por produtos de cuidados pessoais.

Essa reação, conhecida por alergia de contato a cosméticos, é uma manifestação geralmente mais leve que se apresenta como coceira, ressecamento ou ardor que pode ocorrer em mais de 10% da população adulta.

O contato com cosméticos pode provocar a Dermatite de Contato ou Síndrome da Intolerância a Cosméticos.

Dermatite de contato ou Síndrome da Intolerância a Cosméticos

A Dermatite de Contato Sensorial ou Subjetiva, ou Síndrome da Intolerância a Cosméticos é uma alergia de contato por irritação, e uma das reações adversas mais comuns a cosméticos quando se faz uso dos produtos de cuidados pessoais.

Além dos sinais como vermelhidão, inchaço e formação de pequenas bolhas, pode também ocorrer uma irritação subjetiva, que é uma resposta não inflamatória aos produtos aplicados na pele.

Essa irritação tem como características ardor, coceira, queimação, mas não apresenta alterações visíveis na pele. Isto é o que se pode chamar popularmente por pele sensível ou na, linguagem médica, Síndrome da Intolerância a Cosméticos ou Dermatite de Contato Sensorial ou Subjetiva.

As pessoas que apresentam esse quadro se queixam que o produto provocou reações o rosto, por exemplo, mas, no entanto, conseguem utilizar o mesmo cosmético em outras partes do corpo.

Isso acontece porque são apenas algumas substâncias que podem desencadear a alergia, e como a face é a parte mais sensível do corpo humano, ela é a mais afetada por substâncias como ácido benzóico, uréia, ácido sórbico, ácido cinâmico, mulsificantes não-iônicos, laurilssulfato e sódio, bronopol, ácido lático e propilenoglicol.

Quais produtos podem causar alergias?

Como vimos, produtos de cuidados pessoais podem causar alergia, mas quais deles costumam ser os vilões das reações?

Sabonetes

Quem tem a pele sensível deve evitar sabonetes a base de enxofre, que são conhecidos como bactericidas.

Outro sabonete que também deve ser evitado é o em barra tradicional. Por isso, prefira os líquidos, neutros e glicerinados.

Shampoos

Os shampoos que contêm ácido salicílico em sua fórmula ou methylisothiazolinone, um tipo de conservante utilizado pela indústria de cosméticos, devem ser evitados por quem tem a pele sensível ou problemas de alergia.

Portanto, antes de adquirir qualquer produto, verifique as informações na embalagem e não adquira shampoos com essas duas substâncias. 

Caso prefira, peça ao seu médico especialista para que receite uma fórmula de forma que você possa manipular o cosmético.

Desodorantes

Desodorantes que contêm substâncias que agridem a pele sensível da axila, como por exemplo, álcool, devem ser evitadas. O álcool, por exemplo, provoca coceira e bolinhas vermelhas na área em que foi aplicado.

Por isso, dê preferência aos desodorantes sem álcool e sem perfume. Dessa forma, você ficará livre das reações alérgicas.

Fragrâncias

Algumas fragrâncias também podem causar alergias – isso porque elas possuem componentes alergênicos em sua fórmula.

Ao todo, mais de 3 mil substâncias são utilizadas em vários cosméticos, incluindo aqueles conhecidos como “sem perfume”. Portanto, para que você não tenha surpresas desagradáveis com sua fragrância preferida, evite aquelas que contêm resina tonsilamina formaldeído em sua fórmula – substâncias podem causar eczemas nas pálpebras e região do pescoço.

Esmaltes

As mesmas substâncias presentes nas fragrâncias podem estar nos esmaltes para unhas. Por isso, preferia aqueles que trazem no rótulo a característica de antialérgicos.

Quem tem mais facilidade para ter alergias de contato por cosméticos?

Crianças e idosos são os que mais podem ter problemas com produtos de cuidados pessoais. No entanto, é preciso ficar atento às pessoas que têm alterações na camada mais superficial da epiderme (camada cónea), como os atópicos – esses são os mais predispostos a ter reações alérgicas provocadas por cosméticos.

O que fazer para evitar a alergia provocada por esses produtos?

Se você tem a pele sensível ou alguém da sua família sofre com esse tipo de problema, fique atento em relação às substâncias que podem provocar alergia.

Por isso, leia sempre as embalagens, já que os produtos de cuidados pessoais podem causar alergia, e evite o contato com os componentes alérgicos das fórmulas.

E você, já teve alguma reação alérgica desencadeada por esse tipo de produto? Conte para gente nos comentários e até a próxima. 

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *